01 novembro 2008

Torta Vovó Donald- americana



Tão americana quanto apple pie... é esta sobremesa que está se popularizando entre nós com a ajudinha dos blogs! Parece que ela não foi inventada nos Estados Unidos, pois há relatos desta torta na Inglaterra há muitos séculos (desculpe, só achei em inglês). Digamos que ela tenha sido aperfeiçoada pelos americanos, que difundiu para outras culturas esta delícia.

O aroma da canela se espalha no ar e o formato da torta lembra os desenhos que a vovó Donalda fazia e colocava na janela para esfriar. Cresci com esta imagem, mas só conheci a torta quando tinha 18 anos, no ano maravilhoso de minha vida, quando fiz intercâmbio e provei todas as comidas que tinha e não tinha direito. Eu engordei 13 kg em um ano quando morei fora...

Dei meu toque pessoal à esta torta com conhaque e cardamomo.

Torta de maçã americana

Massa:
2 xícaras de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de açúcar
150 g de manteiga ou margarina culinária gelada, cortada em pedaços
4 a 6 colheres (sopa) de leite (ou água)

Misture a farinha, o açúcar e a manteiga com dois garfos ou um amassador de batatas até obter uma farofa. Adicione o leite aos poucos e amasse delicadamente com as pontas dos dedos até formar uma massa homogênea. Leve à geladeira por aproximadamente 15 minutos.

- Eu prefiro o processador, processo os três primeiros ingredientes usando a lâmina, acrescento o leite aos poucos até virar uma bola.

Recheio

1,5 kg de maçãs

1/3 xícara de farinha de trigo
1/2 xícara de açúcar
1/2 colher (chá) de canela em pó
Sementes trituradas de 3 bagos de cardamomo

Suco de 1 limão
2 colheres (chá) de conhaque

1) Faça uma mistura com os ingredientes secos.
2) Descasque e fatie as maçãs em fatias finas (ou grossas, conforme preferência) acrescente o limão, o conhaque e a mistura acima aos poucos. Deixe descansar para formar caldo.

Cobertura:
1/3 xícara de açúcar
3 colheres (sopa) de leite

Montagem da torta:
1) Divida a massa em duas partes. Abra em superfície enfarinhada com um rolo na espessura de 3 mm.

- Eu gosto de abrir a massa entre duas placas de silicone ou plástico grosso, porque facilita a transferência para a forma.

2) Forre o fundo e as laterais de uma forma ou pirex de 24 cm de diâmetro sem untar, deixando uma borda em excesso para enrolar depois com a parte superior. Coloque o recheio e cubra com o restante da massa. Apare as laterais ou decore.

3) Pincele com a cobertura de açúcar e leite (ou gema). Faça vários furos para que o vapor saia ou use um cortador de tortas. Asse em forno pré-aquecido a 160° C por cerca de 45 minutos ou até dourar. Sirva quente acompanhada de uma bola de sorvete de creme.

Efeito ondulado na borda: com o dedo indicador da mão direita pressione um lado da borda e com os dedos indicador e polegar da mão esquerda, vá apertando a massa em torno do indicador por toda a borda.

Da minha casa para a sua:

- Descasque e fatie as maçãs com antecedência, elas podem ficar de "molho" o dia todo, quanto mais tempo, mais caldinho na torta.

- O preparo da massa é simples, melhor ainda com processador, mas pode ser feita manualmente e também congelada, em discos abertos prontos para receberem recheio.

- O forno não deve estar muito quente para que as maçãs assem uniformemente.

- Está com pressa? Utilize massa folhada ou filo.




--

Um comentário:

cozinha experimental disse...

oi!!! a minha ficou cheia de caldo é assim mesmo??? juro que fiz tudo certinho... só que quando cortei escorreu um monte de calda... ta certo? ( desculpa sou novata na cozinha)